• Internas

Menssagem de Natal - Os Dois Pactos

1.    Pacto da Lei;
2.    Pacto da Graça;

O pacto da Lei (Decálogo) é onde o pecado era punido pelo Senhor e a esperança dependia rigorosamente do jugo da Lei, e resultava em fatos como a escravidão do Egito, peregrinação pelo deserto durante quarenta anos, e outros fatos relevantes, que nos leva a meditar no privilégio de estarmos no período da graça.

Pacto da Graça é marcado pelo Natal, comemorado hoje com outro sentimento onde papai Noel tem maior destaque, as compras natalinas são prioridades, as ceias natalinas são necessariamente cumpridas, deixando de lado o maior presente que a humanidade já recebeu do seu Criador, que foi a entrega do seu filho, único filho, JESUS CRISTO.

Porém vale a penas meditar no verdadeiro Natal celebrado pelos anjos, pastores, animais e a mais valiosa mensagem pregada pelo Mensageiro do Senhor: “Não temais, pois eis que vos trago novas de grande alegria que será para todo o povo”. Lucas 2:10.

Estava aí iniciado o Pacto da Graça, concluído no calvário com o “Tudo está Consumado” e selado com a ressurreição gloriosa do Senhor Jesus.

A partir daí quanto privilégio foi dado aos homens em poder falar diretamente, sentir a presença, entregar problemas, sem intermediários, pedir orientação, sentir a proteção e uma salvação eterna sem merecimento, independente de obras: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem de obras, para que ninguém se glorie;” Efésios 2:8-9.

Meditando no Pacto da Graça o meu desejo é que: Cristo realmente possa nascer no seu coração para que a alegria do natal realmente se torne realidade. Boas Festas e Próspero Ano Novo!


Inspetor José Maria Jácome
Representante do Siniprf-Brasil no RN

ImprimirEmail