Comentando a Pascoa

    Li em certo jornal da cidade, que um determinado Shopping, também daqui, estaria promovendo uma comemoração da Páscoa; e como tal estaria organizando uma exposição sobre a História do Chocolate.

    Com relação a História do Chocolate, nada contra, porém, o que eu queria mesmo saber era: qual o grau de conhecimento dos organizadores do evento quanto ao personagem principal deste fato.

    Por conta disso, modestamente, desejei fazer o presente comentário, para, em primeiro lugar, dizer que é preciso fazer a distinção entre Páscoa e Semana Santa (paixão e morte de Cristo).

    A Páscoa é uma festa que os judeus realizavam e realizam até hoje para comemorar, ou seja, lembrar a saída dos hebreus da escravidão do Egito, festa essa mandada pelo próprio Deus autor e libertador, cuja história se encontra relatada na Bíblia, com riqueza de detalhes.

    Já a Semana Santa, é o período do sofrimento de Cristo, como sejam: tentação, traição, julgamento, condenação, crucificação e o mais glorioso, a ressurreição. É claro que tudo isso aconteceu exatamente no período da Páscoa. Jesus foi crucificado e morto na cruz oferecido como cordeiro, para remissão dos nossos pecados. Daí, Páscoa é Páscoa e Semana Santa é Semana Santa.

    Diante do exposto, a nossa intenção é conscientizar as pessoas a refletirem nos personagens dessa história, Deus autor e Criador de todas as coisas e Jesus Cristo, o nosso Redentor, cujo propósito de Redenção do homem, nasceu da vontade de Deus. Reflita sobre Isso!...

    Feliz Páscoa a Todos!

    Texto: Inspetor José Maria Jácome – RN
    Inspetor Acir da Fonseca Dantas
    Diretor de Comunicação e Divulgação do SINIPRF-BRASIL.

    ImprimirEmail

    O SINIPRF-BRASIL, através da sua representação no Estado do Rio Grande do Norte, tem a difícil missão de comunicar o falecimento do PRF ITAMAR DA SILVA COSTA, ocorrido no dia 05 deste mês corrente, de causas naturais, em sua própria casa, na cidade de Natal.

    Aos colegas, amigos e familiares prestamos as nossas condolências e ao saudoso colega esta última homenagem; àquele que em vida chamávamos de ITAMAR, o qual era um dos colegas mais antigo e desfrutava de um bom relacionamento entre todos os que os conhecia e também daqueles que trabalharam com ele, por conta disso tinha um grande número de amigos.

    Nascido no dia 12 de março de 1941, ingressou na Polícia Rodoviária Federal no dia 1º de dezembro de 1961 e se aposentou no dia 22 de janeiro de 1985. Itamar deixa esposa, dois filhos e três netos. Resta-nos a saudade, pelo que pedimos ao Criador que nos console, em particular a família enlutada, para que encontre forças em prosseguir na sua caminhada.

    Fonte: Representação do SINIPRF-BRASIL no RN
    Por: Insp. Jácome
    Insp. Acir da Fonseca Dantas
    Diretor de Comunicação e Divulgação do SINIPRF-BRASIL

    ImprimirEmail

    A Medida Provisória nº 873/2019, fabricada com o intuito único de matar os sindicatos por inanição, teve o seu primeiro nocaute, graças à diligência da diretoria do Sindicato Nacional dos Inspetores da Polícia Rodoviária Federal e a eficaz atuação dos seus advogados, que, através de ação de conhecimento, sob o rito comum ordinário, ajuizada em Brasília – DF, contra UNIÃO, em sede de tutela de urgência, para o efeito de suspender os efeitos do art. 2o, alínea 'b", da Medida Provisória 873/2019.

    Assim foi concedido! A Justiça suspendeu o efeito malvado da supracitada medida, determinando que o órgão responsável em fazer os descontos das mensalidades em folha de pagamento – SERPRO – o faça do mesmo modo que fez em fevereiro de 2019. A Justiça acatou os argumentos do SINIPRF-BRASIL de que a Medida Provisória ofende a liberdade sindical e contraria a Constituição Federal, notadamente quanto ao art. 8º, IV, que prevê o desconto em folha da contribuição sindical destinada ao custeio do sistema confederativo, fato que importará em grave prejuízo econômico-financeiro à entidade, se não for restabelecido.

    Desta feita, no embate jurídico/político que esta luta demanda, demos o primeiro suspiro, neste vendaval que veio para dizimar e não deixar rastro. Convocamos mais uma vez a categoria dos Inspetores, hoje denominados especiais, que se mobilizem, pois mais ataques mortais serão desferidos, para isso o SINIPRF-BRASIL se mantém alerta e disposto, mas necessita do apoio de toda a classe em permanecer unida.

    Veja íntegra da decisão aqui!

    Fonte: SINIPRF-BRASIL

    Inspetor Acir da Fonseca Dantas

    Diretor de Comunicação e Divulgação do SINIPRF-BRASIL

    ImprimirEmail

    No dia 5 do corrente, na parte da noite, no auditório do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, em Brasília, o presidente do SINIPRF-BRASIL Inspetor Marcos José Sampaio de Freitas, juntamente com os diretores Lorival Carrijo da Rocha e Hélio Cardoso Derenne, participaram da Cerimônia de Transmissão de Cargo, do novo Diretor-Geral Adriano Marcos Furtado. Deixa o cargo o Inspetor Renato Borges Dias.

    Estiverem presentes na solenidade várias autoridades, entre elas a Ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Dra. Damares Alves, que, em seu discurso, falou da importância da Polícia Rodoviária Federal para a nação brasileira, com a prestação dos seus importantíssimos serviços, bem como da valorização dos seus servidores.

    Já em seu discurso, o novo Diretor-Geral Adriano Furtado, se reportou aos ex-diretores presentes: Insp. Mauro Ribeiro Lopes, Insp. Lorival Carrijo da Rocha, General Álvaro Morais, Insp. Hélio Cardoso Derenne, Insp. Maria Alice Nascimento Souza e Insp. Renato Borges Dias, enaltecendo o trabalho desenvolvido por eles, que muito fizeram em prol da Instituição PRF, bem como a todos os integrantes da mesma.

    Insp. Furtado continuou destacando a presença das entidades sindicais e associativas, agradecendo-os pelo comparecimento, conclamando a todos para trabalharem em conjunto com o DPRF na defesa dos interesses da Corporação e dos seus servidores, principalmente na luta, que segundo ele será renhida, do preenchimento de todos os cargos vagos, tendo em vista a situação em que o DPRF se encontra hoje é análoga a que existia a 25 anos atrás. Num ato singelo pediu que todos os policiais rodoviários federais aposentados presentes ficassem de pé e os homenageou, em reconhecimento significativo do legado deixado por esses bravos policiais.

    O SINIPRF-BRASIL deseja ao novo Diretor êxito na sua missão e se coloca a disposição para ajudar na continuação da construção desta briosa Instituição, a qual todos nós defendemos, que é a POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL.

    Da esquerda para direita: Marcos Sampaio - Presidente; Renato Dias - Ex-diretor-geral; Hélio Derenne - Vice-presidente e ex-diretor-geral; Maria Alice - ex-diretora-geral; General Morais - ex-diretor-geral; Lorival Carrijo - Dir. Jurídico e ex-diretor-geral; Feliciano - Cons. Fiscal.

     

     

    Fonte: SINIPRF-BRASIL

    Inspetor Acir da Fonseca Dantas

    Diretor de Comunicação e Divulgação do Siniprf-Brasil

    ImprimirEmail

    É com grande pesar, que comunicamos o falecimento do maior e melhor chefe que a Polícia Rodoviária Federal do Rio de Janeiro já teve, DR. ANTONIO CARLOS DE MOURA BRITO PEREIRA.

    A Inspetora Maria de Fátima Pina de Sousa, ex-presidente do SINPRF/RJ, trabalhou no RH/SR-PRF/RJ por muitos anos, fundadora e atualmente Diretora do SINIPRF-BRASIL, assim se pronunciou a respeito do Sr. Brito Pereira: “A saudade que fica no coração de quem teve o prazer de conhecê-lo, como eu tive! Os que tiveram o prazer de trabalhar e compreender este grande Chefe! Apesar de não pertencer à carreira PRF, mas de um amor sem tamanho por ela, não posso nem imaginar o vazio que estão sentindo neste momento.

    Antonio Carlos de Moura Brito Pereira, nome inesquecível na história da briosa PRF, não só no Rio de Janeiro, como no Brasil, elevou o nome da PRF ao mais alto patamar. Quando da primeira visita do Papa João Paulo II (João de Deus) ao Brasil, sua segurança ficou a cargo da nossa PRF no RJ, causando ciúmes em outros seguimentos, graças ao prestígio deste homem maravilhoso junto às forças armadas.

    Seu amor pela PRF era tão grande que vestia uniforme e só se deslocava dentro do Centro Rodoviário de motocicleta (Harley Davidson) da PRF. Homem íntegro, respeitado e amado por PRF’s, homem justo. Alguns não o compreendiam, mas sentiram saudades depois que ele deixou a Chefia do Sv. PRF/7.

    Apesar do respeito e até temor de alguns, nunca demitiu ninguém. Tantos feitos poderiam ser trazidos aqui, mas levaríamos alguns dias! Esses feitos ficarão para sempre no coração dos que tiveram o prazer de conhecê-lo.

    BRITO PEREIRA, vá em paz para o céu da PRF, vá se juntar as outras estrelas que se foram e hoje compõem a nossa constelação! Este céu que se abriu para você, também te pertence! Só nos resta a saudade e o vazio que ficou. Os Inspetores batem continência e tiram o quepe pra você...”

    O SINIPRF-BRASIL se solidariza aos sentimentos sentidos pelos colegas cariocas e presta esta homenagem ao insigne Dr. Brito Pereira, apresentando os nossos sentimentos de profunda consternação, aos familiares, amigos e colegas de trabalho. Pedindo ao Criador que fortaleça e console a todos neste momento difícil.

    Fonte: Representação do Siniprf-Brasil no Rio de Janeiro

    Colaboração: Inspetora Maria de Fátima Pina de Sousa

    Inspetor Acir da Fonseca Dantas

    Diretor de Comunicação e Divulgação do Siniprf-Brasil

    ImprimirEmail

    Mais Artigos...